Jerusalém a Cidade Sagrada

Jerusalém é uma das cidades mais conhecida como berço de várias religiões que se espalharam pelo mundo, entre as quais os destaques são para o cristianismo, o judaísmo e o islamismo (Jerusalém é considerada a terceira cidade sagrada do islamismo), desde meados do século X a.C..

 

A cidade está localizada no continente asiático encontra-se a 138 km da capital Israel, a 60Km de Tel Aviv, entre o Mar Morto e Mediterrâneo.

 

 

Tel Aviv

Tel-Aviv-jerusalem

 

Mar Morto

mar-morto

Os pontos turísticos procurados e mais sagrados pelos fiéis ficam cercados por uma muralha, é a Cidade Antiga de Jerusalém que apesar de estar num território de apenas 1 km², dentro é formado por 4 bairros distintos, Judaico, Cristão, Armênio e Muçulmano.

 Cidade Antiga de Jerusalém 

Cidade-Antiga-de-Jerusalém

Jerusalém apresenta destinos turísticos únicos que tiveram início há 3 mil anos,  como o Muro das Lamentações que fica na Esplanada das Mesquitas mais precisamente no Templo de Jerusalém, também conhecido como Templo de Herodes e posteriormente de Salomão, é um lugar sagrado onde os judeus rezam diante e deixam seus desejos por escrito nas pedras, ou  em bilhetes.

Muro das Lamentações

jerusalem-muro-das-lamentações

 O principal mais visitado pelos turistas em Jerusalém é a Basílica do Santo Sepulcro, é nesse local que os fiéis fazem suas devoções e orações por acreditar ser o local em que o corpo de Jesus foi deixado e depois teria ressuscitado.

O Altar da Crucificação, onde Jesus teria sido crucificado

O Altar da Crucificação, onde Jesus teria sido crucificado em Jerusalém

 

Em Jerusalém é possível conhecer o Cenáculo, que fica no Monte Sião no 2º andar da Igreja da Dormição, teria sido o local onde Jesus realizou a última Ceia ao lado de seus 12 apóstolos e que ficou conhecido como a Santa Ceia.

Abadia da Dormição

Igreja-da-Dormição-jerusalém

Passear pelas ruas em Jerusalém é realmente divino, como passar na antiga cidade através das estreitas ruas onde teria sido o caminho que Jesus fez carregando a cruz, a Via Crucis, que começa na Porta de Santo Estevão e termina na Igreja do Santo Sepulcro, durante o trajeto pode-se ver 9 das 14 estações, o restante encontram-se dentro da Basílica.

 

O Monte das Oliveiras que fica na Cidade Velha de Jerusalém, próximo ao Deserto da Judeia é outro lugar imperdível para se ver, era o local em que Jesus costumava a reunir e ensinar seus discípulos, local atual da Igreja Bizantina Dominus Flevit construída em 1954.

O Monte das Oliveiras

O Monte das Oliveiras

 O famoso Jardim Getsêmani, que em hebraico significa prensa de azeite, fica bem embaixo do Monte das Oliveiras, é onde estão a Igreja Russa Ortodoxa de Maria Madalena com as cúpulas douradas e próximas também podem ser visitadas a Basílica do Coração Sagrado, a Basílica Eleona e o convento de Pater Noster.

Jardim Getsêmani

Jardim Getsêmani

Jerusalém tem muito mais a oferecer para todos, é uma cidade que abraça várias religiões e povos diferentes, isso torna uma viagem inesquecível e marcante, vale a pena conhecer! Programe-se e venha!

ADICIONAR COMENTÁRIO